top of page
  • Foto do escritorBrena Renata

É Pontilhismo ou é Stippling? Com Márcio Ramos.


@mramospontilhismo

Mesmo quem não faz parte diretamente do contexto artístico, já ouviu falar de uma técnica tradicional chamada pontilhismo, onde uma figura é gerada a partir da aplicação de múltiplos e minúsculos pontos que, por meio das suas características semelhantes (cor, forma e distanciamento) permitem o agrupamento e reconhecimento da informação (Gestalt explica!).


Segundo o artista Márcio Ramos, uma derivação desta técnica é a chamada Stippling, que apesar da associação direta com o pontilhismo possui como particularidade a utilização de pontos de uma única cor que permitem a representação de volume, sombra e camadas de um desenho. Na ilustração “Death”, produzida pelo referido artista, vemos um exemplo da aplicação desta técnica.


Márcio é formado em Artes e trabalha com Stippling desde que, por incentivo de um professor, experimentou gravuras com ponta seca como alternativa para estudo de desenho. A partir disso, o artista continuou se aprimorando e pesquisando sobre o tema, tendo como referências primordiais artistas como Randy Glass e Glauco Pinto. Suas principais demandas profissionais envolvem ilustrações para livros e colecionismo, possuindo diferencial no tema de ferrovias. Em conversa, Márcio relatou que o tempo de cada projeto pode variar entre meses e anos, dependendo da complexidade e volume de ilustrações requeridas, uma vez que todas as suas obras são feitas sem recursos digitais. Vale ressaltar que o Márcio é um dos poucos artistas no mundo que atua de forma profissional nesse segmento.


"Estudei Stippling por 2 anos e vendi meu primeiro trabalho em 2003, dai para frente foi encomenda atras de encomenda...e o lance da demora e exclusividade deixava o povo doido atrás!"
Death (por @mramospontilhismo)

Com uma trajetória profissional de mais de 20 anos, o artista possui uma cartela de clientes internacionais, com demandas fixas. A obra “Death” é uma dessas demandas, produzida originalmente em tamanho 21cm x 30cm para um livro e representa “uma morte que ronda um castelo”.


Gostou? Conta para gente qual foi a tua interpretação da obra e não esquece de deixar os biscoitinhos! E se quiser saber um pouco mais sobre o Márcio a e técnica do Stippling, segue ele nas redes sociais.


Até a próxima, colormores!

 

A primeira versão deste texto foi publicada na Revista "Canto das Artes", no período em que fui responsável pela coluna "Percepção Ativa".

 

Artista: Márcio Ramos

Obra: Death

Texto: Brena Renata (@brenarenata_color).










Comments


bottom of page